"Agradeço a Deus Pai, a Deus Filho e a Deus Espírito, para mim sem Eles nada é possível, nada sou e nada faço." "A Graça de Deus me basta!"

Salette Granato

A BICICLETA AZUL, O QUARTINHO E O COELHÃO AMA... R$ 25,00
A GUERRA NA SOMBRA DO POETA (EDIÇÃO ESGOTADA) R$ 25,00
O IPÊ À MINHA JANELA (EDIÇÃO ESGOTADA) R$ 25,00
Textos

AOS MESTRES COM CARINHO

Às seis horas o despertador dispara. Levanto tomo banho, coloco meu uniforme: camisa branca, saia xadrez e ‘kichute’. Após o café, pego uma maleta preta com material escolar e com todas as fantasias permitidas aos meus seis anos, caminho em direção à escola. Fila, hino nacional brasileiro, paro à porta da sala de aula. Com sorriso nos lábios a Mestra Rosalina vem me receber. É o meu primeiro contato com uma professora.
Foi assim o meu primeiro dia de aula da minha vida e como eu, sei que todos também se lembram se não com riqueza de detalhes, pelo menos do nome da primeira professora.
Um dia especial em nossas vidas, passamos a ter obrigações mais sérias, provas, estudo e mais estudo e assim vamos nos tornando adultos. Eles ou elas a nossa frente, atrás de uma mesa, em frente de uma lousa, com paciência e muito amor à profissão que abraçaram nos dão a direção para um único caminho: o aprendizado.
Professores são possuidores de um grande tesouro: a arte de ensinar! Isso não é para qualquer um, porque é preciso paciência, perseverança e controle da situação, mesmo quando a algazarra é total.
Tantas virtudes devem possuir um mestre e a recíproca? Além de boa remuneração merecem todo o nosso carinho.
Perdoem-me os estudantes de hoje, mas aonde estão as rosas, as maças, os mimos que eram ofertados aos nossos queridos mestres? Aonde foram parar as festas do Dia do Professor organizadas pelos alunos?
Eu me recordo como se fosse hoje da minha professora de português, no antigo colegial, quando precisava de silêncio na sala de aula, simplesmente batia com a caneta seguidas vezes sobre à mesa, prontamente era atendida e não se ouvia um ruído sequer!
Algumas coisas se inverteram nos dias de hoje, o respeito deve ser primordial aos mestres. É preciso enxergar que os prejudicados são os próprios alunos que deixam de se alimentar de conhecimento.
Para se adquirir conhecimento, primeiro é preciso alicerçar a educação.
Rumores de agressão a professores não existiam e com segurança podiam ensinar.
Um dia os professores também já estiveram sentados numa sala de aula, aprendendo, isso durante longos anos e hoje se dispõem a ensinar.
Os professores abrem os nossos olhos para o conhecimento, para conquistarmos nossos sonhos e são merecedores de toda honra, principalmente no dia 15 de outubro, quando se comemora o Dia do Professor.
Aos mestres todo o meu carinho!
‘Mestre amigo,
no ano letivo,
sempre comigo”

06/09/09



SALETTE GRANATO
Enviado por SALETTE GRANATO em 24/10/2009
Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras